Como ter mais qualidade de vida através de uma alimentação saudável

Por Helena Eldero.

Como ter mais qualidade de vida através de uma alimentação saudável

A vida anda corrida, o dinheiro curto e você precisa de disposição para continuar trabalhando, estudando, namorando ou simplesmente contemplando o lado bom de todas as coisas. Você sabia que a alimentação interfere muito na forma como você vive?

A falta ou o excesso de certos nutrientes pode interferir até no funcionamento do seu cérebro, ou seja, você pode estar pensando errado por comer mal. O corpo é um sistema perfeitamente integrado. O que significa dizer que uma dor no dedão do pé pode te impedir de proferir uma palestra que pode salvar o mundo. Já pensou nisso? O seu dedão te impedindo de ser herói?

Exageros a parte, a alimentação tem a importante função de colocar a máquina humana para funcionar. Todo alimento que impede o perfeito funcionamento desta máquina pode causar vários transtornos a curto e longo prazo na qualidade de vida.

A qualidade de vida pode melhorar por meio de vários aspectos: atividade física constante, contato com a natureza, desenvolvimento de algum hobby, alimentação saudável.

 

Como a alimentação saudável pode ajudar nisso? Aqui te damos 5 dicas:

 

1. Disposição

honey mel

Alguns alimentos como o açúcar branco roubam sua energia. Você pode substituí-los por alimentos mais saudáveis como o mel, o açúcar demerara ou mascavo. Assim contribuindo para a manutenção dessa energia quando ela é utilizada nas atividades físicas ou nos estudos por exemplo.

 

2. Mudanças de hábitos

vegetables vegetais

Quando você opta por alimentos mais saudáveis, necessariamente você tende a evitar alimentos processados. Isso te obriga a passar mais tempo produzindo a própria comida. Em vez de pacotes, rótulos e lacres você se depara com as cascas, talos e folhas e aprende ter intimidade com aquilo que vai para dentro do seu corpo. Ou seja, sabe exatamente o que está comendo e pode, portanto, definir melhor o que lhe nutre de maneira plena e sem desconfortos gástricos.

 

3. Consumo consciente

vegetables vegetais campo colheitaA alimentação saudável nos leva a hábitos que envolvem o consumo de alimentos menos industrializados, mas por outro lado, mais perecíveis. A comida natural dura um tempo menor do que a processada. Muitos produtores utilizam uma série de químicos, que de certa forma prolongam a vida do alimento. Ainda assim, verduras, frutas e carnes tem um tempo de vida menor quando não estão empacotadas ou congelados. Isto impacta diretamente na forma de consumo, sem o pressuposto do estoque é preciso pensar mais sobre a relevância do que vai ser comprado, sob pena do alimento ir parar na lata do lixo.

 

4. Economia

fruit feira frutas vegetais

É muito comum o discurso de que a alimentação saudável é muito cara. Isto não é verdade, frutas e verduras podem ser adquiridas a preços módicos em feiras e supermercados. Se você optar por frutas e verduras da estação esses valores podem cair pela metade. Claro que existem alimentos que por conta do seu modo de preparo e ingredientes indisponíveis no comércio local acabam sendo mais dispendiosos, mas de maneira geral a alimentação saudável é mais econômica. Há inclusive maneiras de criar hortas em casa, até mesmo em apartamentos, tornando-o produtor e consumidor de si mesmo.

 

5. Qualidade de vida

hand earth terra mão

Por fim, alimentos saudáveis promovem hábitos de vida saudável e mais sustentáveis. Qualidade de vida está intimamente ligada ao ambiente em que se vive, a qualidade do ar, da água, da terra. Quando você consome produtos que não agridem a terra, nem a água e o ar, você promove um modo de vida melhor para todos. A terra agradece e todos os que vivem dela e nela são impactados pelo equilíbrio do planeta. É um benefício compartilhado.

E que tal saber mais sobre alimentação saudável? Te indico o livro digital “Dieta de desintoxicação” (link afiliado) de Angélica Nascimento. Este ebook contém informações sobre os mitos alimentares que prejudicam a alimentação saudável, como identificar as toxinas e todo o processo de destoxificação. Ele também mostra quais os alimentos e fitoterápicos mais utilizados para reduzir inchaços e eliminar gordura.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: